logo

Vereador solicita a Prefeitura a testagem em massa do COVID-19 em Araras

18/05/2020

O vereador Felipe Beloto (PL) protocolou na sexta-feira (15) uma solicitação à Prefeitura de Araras para comprar kits de testes rápidos para COVID 19. De acordo com a assessoria do vereador, o objetivo é fazer a testagem em massa da população ararense para rastrear e isolar os contaminados, para melhor enfrentamento da pandemia do novo Coronavírus na cidade.

A compra, conforme indica Beloto, pode ser feita utilizando-se uma fração dos cerca de R$ 16 milhões que a Prefeitura está para receber do governo federal para o enfrentamento da COVID19. A maior parte desse montante tem obrigatoriamente que ser usada na Saúde.

O vereador cita como um dos exemplos para justificar a indicação a prática do município de Niterói/RJ, pioneiro a adquirir testes para COVID como estratégia no enfrentamento da pandemia.

Com a ampliação da testagem massiva, o município fluminense avalia já ter feito mais de 2500 testes rápidos em 10 dias, obtendo uma visão mais realista da propagação do novo Coronavírus na cidade.

Segundo a Prefeitura de Niterói, o objetivo é conhecer o comportamento da COVID19 em nível local a ajustar as estratégias mais efetivas no combate à doença. Com 1063 infectados, 535 doentes em isolamento domiciliar, 388 curados e 53 mortos, até o último dia 14 de maio, Niterói apresentava a taxa de letalidade mais baixa da região metropolitana do Rio de Janeiro – 4,98%.

Embora Araras apresente hoje letalidade ligeiramente acima de 3%, com 62 casos confirmados e dois óbitos comprovados pro COVID19, a testagem em massa é tida por cientistas como estratégia eficaz para melhor controle da doença e diminuição da curva de contágio.

Recomendada pela Organização Mundial de Saúde como um dos pilares no bom enfrentamento da pandemia, a testagem em massa também é defendida por cientistas brasileiros de instituições de renome.

Diz o virologista Edson Luiz Durigon, do Instituto de Ciências Biomédicas da USP (Universidade de são Paulo):

"Junto com o isolamento social, massificar a testagem para diagnóstico da covid-19 é a única maneira para 'achatar' a curva de disseminação do vírus no país. Somente dessa forma é possível identificar os infectados e isolá-los para evitar a transmissão. Esse é o método mais eficiente”.

Beloto inseriu na indicação exemplos de Niterói/RJ, Cordeirópolis, vizinha de Araras que possui população muito menor  - pouco mais de 23 mil habitantes, e já adquiriu mais de 300 testes para COVID19 e, ainda, o exemplo bem sucedido da Coreia do Sul, que também fez da testagem em massa um dos principais mecanismos para enfrentar a pandemia e foi das primeiras a conseguir, aos poucos, iniciar a atividades normais em suas cidades.

 

Foto: Internet